...porque uma mulher é tanto mais confiante quanto mais Kgs tiver na carteira!!!

.revelações recentes

. E se eu voltasse...

. Ontem foi assim...

. Ai...

. Renovação de gerações

. Se acaso duvidas houvesse...

. Pufff

. ...

. ...

. Era só para saber...

. Segunda-feira...blechk

.revelações no funda da carteira

. Abril 2014

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2012

Causa-me arrepios na espinha...

Esta noticia  é capaz de me criar cólicas intestinais e arrepios na espinha.

De facto, pertenço à percentagem (tenho esperança que elevada) de pessoas que não deve passar do 1º parágrafo. Contudo, gaja que sou, a curiosidade levou-me a ler a notícia inteira.

E, lá está, um crescente de arrepios foram subindo espinha acima.

Para mim o Natal nunca foi uma tortura, nem na adolescência que todo e qualquer evento familiar parece ser uma tremenda seca. Passo o natal com as tias, sim, aliás eu própria sou tia (e sim digo "dá cá beijinho à tia"), mas não os vejo uma vez por ano, mas sim tantas quanto posso, mesmo alguns estando a vários km de distância. Sempre me foi incutido o sentido de família, o gosto por partilhar a vida (incluindo os problemas) com eles.

E assim o nosso Natal sempre foi feliz, com berros sim, mas berros de alegria, por estarmos todos juntos, ano após ano e com a mesa cheia, cheia de iguarias feitas pelas tias que nos enchem o bandulho e nos reconfortam a alma. O requinte, esse, somos nós que o fazemos, com o amor que depositamos em cada decoração, em cada prato cuidadosamente alinhado na mesa de Natal.

Mas isto sou eu, que vivo o espirito de Natal, em família, todo o ano.

Feliz quadra natalícia, a quem ainda acredita que o Natal é mais do que abrir presentes.


revelado por revelacoesdeumacarteirade20kg às 10:57

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.tags

. todas as tags

.links

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds